Cap.13

— Filha ele é seu pai! Meu bebê  o Zac é seu pai
Vanessa abraçou a filha
— “nanay”… — Emily chorava de alegria, pois ela queria um pai igual a ele.
— Filha, perdoa a “nanay” por não ter contado!
Neste momento o Zac entrou no quarto…
—Você também chorando Anjinho? — perguntou Zac
— Vanessa beba um pouco disto fará bem! — Zac entregou o  copo com uma bebida com cheiro não muito bom
—isso é horrível — Vanessa fez menção de vomitar isso fez Emily ri.
— bebe “nanay” não é tão ruim “axim” — Emily disse do mesmo modo que ela fazia quanto tinha que dar remédio pra ela.
Vanessa bebeu  tudo,  e logo estava se sentiu melhor
— Milagre! — falou Vanessa
— é o melhor remédio para ressaca. — falou Zac. — mais por que estava chorando meu anjinho?
— Papai! — Ecoou lentamente dos lábios de Emily
Essa palavra fez com que os olhos de Zac enchesse de lagrimas, ela o reconhece-se como pai  não podia ser melhor, aquela voz doce de criança o chamando de pai, era de Emily sua filha, que mais do que nunca iria protegê-la…
— você me chamou de… — Persistiu Zac não acreditando, as lágrimas já rolavam pelas suas faces
— Papai, “a nanay” disse — confirmou a menina a frase que ele queria ouvir
Zac pegou Emily no colo que também estava chorando, deu um beijo carinhoso na testa dela,
— sim sou eu, eu sou seu papai! — Zac falou calmo não contido pelas lágrimas.
Emily enrolou os braços  no pescoço de Zac…
—Papai prometi que não vai deixa agente. — Falou Emily calma
—Prometo!
Zac sussurrou no ouvido da filha que continuou a chorar, ao saber que Zac era seu pai, era mágico está com ele, ele era tão legal para ela era como havia sonhado um papai do sonho de uma criança.
— Eu te amo meu anjinho — Zac falou para Emily
Mas aquelas palavras comoveram Vanessa, quando estavam juntos Zac Dizia que a amava fora tola de acreditar, As palavras sem serventia que saía da boca dele, sem profundidade, a fim de enganar, esperava que pelo menos com Emily mostra-se um amor sincero.
— Vocês duas são as coisas mais importante na minha vida!
Zac olhou ao relógio viu que faltava pouco para as quatro da tarde a hora que teria que conversa com o medico, que talvez cuidasse de Emily
— Eu preciso sair — falou Zac dando um beijo na testa de filha — mas o papai volta rapidinho
— voltaremos para casa — protestou Vanessa
— A casa de vocês agora é aqui
— Serio? — Gritou Emily Eufórica — é Tão “gandona”
— Sim é nossa, eu quero que vocês fiquem aqui, Emily não deixe mamãe querer ir embora combinado? — Zac piscou pra Emily
—combinado Papai
Zac beijou Emily logo colocou do lado De Vanessa, Zac tentou dar um beijo em Vanessa, mas ela logo virou o rosto Zac não deu por vencido Segurou o queixo dela e a beijou. Logo Depois Zac saiu.
— filha meu amor agente precisa ir pra casa
— “nanay” lembra que o papai Falou — Disse a menina autoritária
Vanessa riu por um momento
— A mamãe precisa vestir uma roupa está bem?
— Tá bom “nanay”
Vanessa levou Emily com ela ao quarto de um dia já fora dela e do seu marido e abriu o guarda roupas
— Nossa “nanay” que vestidos lindos — falou Emily boquiaberta — papai te deu?
A maioria ela havia comprado, mas alguns a presenteou.
Vanessa não pegou nenhum vestido e sim vestiu uma blusa rosa de alças e um short para deixá-la confortável.
— Vamos descer  vou fazer algo para você beber meu amor — Falou Vanessa pegando no colo
Elas desceram as escadas, e foram para cozinha onde encontraram Lupita na cozinha
— Senhora Efron — Vanessa estranhou — O senhor Efron disse que a vocês  estão bem, será um prazer servir vocês
— Obrigado Lupita, por Favor, só me chame de Vanessa
— Eu estou indo ao mercado estou com a lista, mas antes posso ajudar você em algo
— não obrigado pode ir lá só vou preparar uma vitamina para minha filha
— Então estou indo
Lupita Saiu Emily não tinha entendido nada pois a conversa estava em espanhol
Vanessa deu um beijinho na ponta do nariz de Emily — minha lindinha
— Após de Fazer a vitamina para menina, Emily tomou lentamente, logo as duas estavam no sofá e Vanessa começou a contar uma historia para Emily de princesa
O telefone Tocou e Vanessa atendeu
— Alô — proferiu ela esperando a outra voz na linha
—Lupita e deste modo que você atende ao telefone? — Falou uma voz Feminina Do outro lado
— Não é a Lupita que está Falando é a Vanessa
— Vanessa? — Voz da moça saiu espantada  — Aqui é Hilary Duff Queridinha

Comentários

Anônimo disse…
Estou louca para que chegue logo no capitulo 17. Beijossss.......

Postagens mais visitadas deste blog

Cap.4♥

Capitulo 51 ♥

Divulgação